Menu

Rádio Visão Cristã
Aqui o Evangelho tem vez!!!


 O QUE É SER SERVO DE CRISTO?

Pb. Arivaldo Filho (Jotinha)


23 - E Jesus lhes respondeu, dizendo: É chegada a hora em que o Filho do homem há de ser glorificado.

24 - Na verdade, na verdade vos digo que, se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas se morrer, dá muito fruto.

25 - Quem ama a sua vida perdê-la-á, e quem neste mundo odeia a sua vida, guardá-la-á para a vida eterna.

26 - Se alguém me serve, siga-me, e onde eu estiver, ali estará também o meu servo. E, se alguém me servir, meu Pai o honrará.

27 - Agora a minha alma está perturbada; e que direi eu? Pai, salva-me desta hora; mas para isto vim a esta hora.

28 - Pai, glorifica o teu nome. Então veio uma voz do céu que dizia: Já o tenho glorificado, e outra vez o glorificarei.

29 - Ora, a multidão que ali estava, e que a ouvira, dizia que havia sido um trovão. Outros diziam: Um anjo lhe falou.

30 - Respondeu Jesus, e disse: Não veio esta voz por amor de mim, mas por amor de vós. (João 12:23-30)

 

     Muito se fala, atualmente, sobre a nossa posição de servos diante de Cristo. Por várias vezes, até mesmo bem intencionados, vários irmãos tem tentado relembrar-nos que não somos senhores, mas servos. Isto é verdade; e uma verdade de grande valia para refutar ensinos errôneos no meio da Igreja, como a famigerada teologia da prosperidade.

      Entretanto, pouco vemos o interesse de entender o que realmente significa ser um servo de Cristo e nosso propósito aqui é colaborar, com base no texto citado acima, expondo sete características que devem vir atreladas ao verdadeiro servo de Cristo.

 

Característica 1 – O servo de Cristo entende que não se dá verdadeiros frutos para o Reino de Deus sem antes morrer para o mundo.

 

Vs. 24 - Na verdade, na verdade vos digo que, se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas se morrer, dá muito fruto.

 

      Um dos grandes problemas que tem afetado o evangelicalismo em nossos dias é a valorização exagerada do pragmatismo sem essência. A missiologia atual visa resultados a qualquer custo. Nunca a vontade de trazer pessoas à Igreja pode nos permitir negociar com o mundo. Alguns irmãos e igrejas, na ânsia de ser relevantes, têm abrido mão de princípios bíblicos elementares para se tornar mais simpáticos à sociedade. Devemos nos lembrar que a Igreja do Senhor, quando cai na graça da sociedade, conforme Atos 2:47, nunca foi por negociar princípios, mas pelas pessoas enxergarem que a mesma pregava com autoridade. A maior forma de autoridade para um pregador é a coerência de sua vida com sua pregação e não há como ter coerência com a Palavra de Deus, sem primeiro renunciar completamente os valores do mundo.

 

Característica 2 – O servo de Cristo compreende que quem ama o mundo permanece morto com ele, mas quem reviveu em Cristo, odeia este mundo.

 

Vs. 25 - Quem ama a sua vida perdê-la-á, e quem neste mundo odeia a sua vida, guardá-la-á para a vida eterna.

 

      A Bíblia, em várias passagens, nos exorta que a nossa postura com relação ao mundo deve ser de peregrino (estrangeiro), ou seja, não devemos nos comportar como se pertencêssemos à corrupção deste sistema. Tal conceito é muito mais profundo do que o cuidado de não ceder às paixões e tentações, mas também de focalizar de maneira certa as nossas prioridades. Quais tem sido, por exemplo, os seus sonhos? Eles visam a propagação dos valores do Reino de Deus ou simplesmente são coisas desta Terra?

 

Característica 3 – O servo de Cristo não esquece que as honras prometidas por Jesus, não são neste mundo.

 

Vs. 26 - Se alguém me serve, siga-me, e onde eu estiver, ali estará também o meu servo. E, se alguém me servir, meu Pai o honrará.

 

      A maior verdade colocada diante de nós no verso acima é que onde Jesus está (em total comunhão com Deus) nós também estaremos. Note que o tempo no texto é futuro. Muitos tem se frustrado dentro das igrejas por não alcançarem determinadas bênçãos ou honras no tempo presente, ou seja, frustram-se com Deus por Ele não dar o que nunca prometeu, pois têm sido ensinados de forma errada. É claro que Deus tem poder para curar e fazer infinitamente mais do que pensamos, entretanto assim como Ele nos prometeu que concluiria a obra que começou com relação a nossa redenção, os vários outros aspectos da promessa de Deus serão cumpridos também na ressurreição, onde estaremos livres deste mundo corrompido e em total comunhão com Cristo. A maior promessa de Deus para nós, no tempo presente, é que Ele estará conosco todos os dias até a consumação dos séculos.

 

Característica 4 – O servo de Cristo enxerga que Deus tem o total controle sobre absolutamente tudo.

 

Vs. 27 - Agora a minha alma está perturbada; e que direi eu? Pai, salva-me desta hora; mas para isto vim a esta hora.

 

      Observe que, no texto, Jesus, mesmo aflito, sabia o propósito de sua missão, a saber, o cumprimento dos decretos de Deus. Da mesma forma, nós temos de entender que o propósito de nossas vidas é também o cumprimento dos decretos de Deus em nós e através de nós. Deus a ninguém tenta, entretanto nos prova e, muitas vezes, usa o mal que vem a nós para glorificar o seu nome. Vejamos alguns exemplos:

      1- Se os três amigos de Daniel, não tivessem sido jogados na fornalha, Nabucodonosor não teria visto a glória de Deus no quarto homem.

      2- Se José não tivesse sido vendido como escravo pelos irmãos, ele jamais teria sido governador e tem sido usado por Deus para livrar o povo da fome.

      Deus é totalmente soberano e controla tudo, até o mal, conforme Isaías 45:7: “Eu formo a luz, e crio as trevas; eu faço a paz, e crio o mal; eu, o SENHOR, faço todas estas coisas”.

 

Característica 5 – O servo de Cristo ora sabendo que o motivo absoluto de oração é o cumprimento dos propósitos de Deus.

 

Vs. 28 - Pai, glorifica o teu nome. Então veio uma voz do céu que dizia: Já o tenho glorificado, e outra vez o glorificarei.

 

      Muitas vezes temos a impressão que Deus não ouve nossas orações. Podemos afirmar, com certeza, que Ele ouve todas, mas muitas Ele não atende, pois jamais atenderia a desejos mundanos de pessoas mundanas. Observe o texto abaixo:

 

      Pedis, e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites. Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus. Tiago 4:3-4

 

      Percebe-se então, que a única forma de Deus ouvir nossas orações é quando os nossos pedidos não são para nosso deleite, mas para a glória de Deus. Só há comunhão com Deus mediante rompimento com o mundo e todas as suas ilusões.

 

Característica 6 – O servo de Cristo sabe que a oração correta é respondida imediatamente no tempo de Deus.

 

Vs. 29 - Ora, a multidão que ali estava, e que a ouvira, dizia que havia sido um trovão. Outros diziam: Um anjo lhe falou.

 

      O tempo de Deus não tarda, mas sim é o tempo correto. Deus responde de forma imediata e infalível as nossas orações de acordo com o tempo de cumprimento de seus santos propósitos.

 

Característica 7 – O servo de Cristo crê que os decretos de Deus sempre beneficiarão os seus servos e as suas orações são respondidas como que a Jesus.

 

Vs. 30 - Respondeu Jesus, e disse: Não veio esta voz por amor de mim, mas por amor de vós.

 

      Sempre que a vontade de Deus é cumprida em nossas vidas, nós somos abençoados. Em maturidade espiritual, intimidade com Ele e uma fé consistente. Santo é o nosso Deus! Ele nos dá a certeza e a segurança de que nunca seremos desamparados.

      Será que temos nos portado como verdadeiros servos de Cristo? Reflitamos, nos arrependamos e que possamos mudar de atitude em adoração ao nosso tão majestoso e misericordioso Deus.

 

                                                                                                                                         SOLI DEO GLORIA!

 

     

 

 

 

 



 


 

DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO:

 

DE SEGUNDA À SEXTA:



* 12:00, com reprise às 20:00 – Defesa do Evangelho.

 

* 13:30, com reprise às 14:30 – Em Poucas Palavras com Augustus Nicodemus.

 

SÁBADO:



* 07:30, com reprise às 19:30 – Manhã Reformada com Pb Jotinha.

 

* 11:30, com reprise às 16:30 – Em Poucas Palavras com Augustus Nicodemus.

 

* 12:00, com reprise às 15:00 – Defesa do Evangelho.

 

DOMINGO:



* 07:30, com reprise às 16:30 – Em Poucas Palavras com Augustus Nicodemus.

 

* 12:30, com reprise às 15:00 – Defesa do Evangelho.

 

* 11:00, com reprise às 21:30 – BT Cast.

 

E mais: Música e Informação.


                                       24 Horas no Ar!!!

Tenha você também a sua rádio